Descobrindo os Balcãs

Canhão_de_Vintgar_-_Eslovênia.jpg

Desfiladeiro de Vintgar

Eslovênia

Inaugurado em 1893, dois anos após a sua descoberta, o desfiladeiro de Vintgar é fantástico, e acessível. As espetaculares falésias de calcário chegam a 100 metros de altura em alguns pontos, ladeando o tempestuoso rio Radovna enquanto serpenteia pelo canyon abaixo.

Lago Bled

Eslovênia

O Lago Bled é um dos locais mais bonitos da região, atraindo cerca de um milhão de turistas por ano. Apesar de a maioria escolher a primavera ou o verão, a paisagem maravilhosa do lago no inverno é também imperdível. No sopé dos Alpes Julianos, a menos de 50 km da fronteira com a Itália e com a Áustria e a 60 km da capital da Eslovénia – Ljubljana – encontra-se o Lago Bled.

Lago_Bled_-_Eslovênia.jpg
Plitvice,_Croácia_(unesco).jpg

Lagos Plitvice

Croácia

O Parque Nacional Plitvice está situado na Croácia. Trata-se de um parque nacional que se estende por 20000 hectares de bosques e de lagos, no coração dos Balcãs. Cascataslagos, abundante vegetação, abundância de aves e de ursos entre a sua fauna.

Belgrado

Sérvia

Uma das cidades mais antigas da Europa, com uma história continuamente documentada por 7 000 anos, Belgrado foi o berço da cultura pré-histórica mais importante da Europa, a cultura Vinča. Na Antigüidade, a cidade foi alcançada pelos gregos, fundada e nomeada pelos celtas como Cidade Branca, nome que ainda ostenta, depois colonizada pelos romanos e definitivamente ocupada por sérvios brancos a partir da década de 600.

Belgrado, Sérvia.jpg
Cópia de Sem nome (4).png

Ponte Velha, Mostar

Bósnia e Herzegovina

A ponte original foi construída por Solimão, o Magnífico, em 1557 a fim de realocar uma antiga ponte suspensa de madeira, bastante instável. A construção demorou nove anos, sendo terminada entre 19 de julho de 1566 e 7 de julho de 1567. Pouco se sabe sobre os responsáveis, mas acredita-se que seu projetista foi Mimar Hayruddin, um arquiteto otomano.

Cachoeira de Kravica

Bósnia e Herzegovina

Explore a cidade histórica de Mostar, na Bósnia e Herzegovina, em uma excursão de 1 dia em um grupo pequeno saindo de Dubrovnik. Saiba mais sobre a diversidade cultural da cidade e entre em contato com a natureza nas belas cachoeiras de Kravica.

Cachoeira_de_Kravica_-_Bósnia.jpg
Sarajevo_-_Bósnia.jpg

Sarajevo

Bósnia e Herzegovina

Sarajevo é considerada uma das mais importantes dos Península Balcânica e tem uma rica história desde que foi fundada em 1461 pelos otomanos. Foi nesta cidade que se deu o assassinato do Arquiduque Franz Ferdinand, o que serviu de estopim para a Primeira Guerra Mundial. Mais recentemente, a cidade teve a oportunidade de organizar os Jogos Olímpicos de Inverno de 1984. A guerra na Iugoslávia deixou um rastro de destruição na cidade.

Split

Croácia

Split já foi cenário de vários filmes e séries. Vale a pena incluir uma visita à Split no seu roteiro da Croácia. Além das praias, baladas e passeios de barco, você também vai poder mergulhar na história e culinára da região!

Split - Croácia (unesco).jpg
Cópia de Sem nome (3).png

Pocitelj

Bósnia e Herzegovina

Pocitelj na Bósnia e Herzegovina está situada a 30 km de Mostar. Essa pequena cidade possui uma mistura impressionante de arquitetura medieval e otomano e foi construída sobre uma colina que domina o leito do rio Neretva. Embora a cidade tenha sido mencionada pela primeira vez em documentos escritos em 1444, presume-se que foi construída pelo rei bósnio Tvrtko 1383.

Zagreb

Croácia

A Igreja de Santa Catarina, em estilo barroco, também é famosa, mas o cartão postal da cidade é a Igreja de São Marcos com seu charmoso telhado de azulejos coloridos formando a imagem dos brasões da Croácia, Dalmácia, Eslovênia e Zagreb.

Cópia de Sem nome (2).png
Trogir - Croácia (unesco).jpg

Trogir

Croácia

Trogir é uma cidade histórica e porto da Croácia, na costa oriental do mar Adriático, Localiza-se no condado de Split-Dalmácia. O Centro histórico da cidade é considerado pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

Dubrovnik

Croácia

A cidade de Dubrovnik, na Cróacia,  é considerada a Pérola do Adriático, pois é impressionante como uma cidade que tanto sofreu com guerras e terremoto conseguiu renascer ainda mais linda, super bem conservada e manter dentro de suas muralhas o clima medieval, que realmente parece que você está sendo teletransportado para outro tempo, entre edifícios renascentistas, igrejas góticas e barrocas, fortalezas, palacetes e fontes ao longo de 2 km de muros de até 25 metros de altura

A cidade foi considerada Patrimônio Mundial da Unesco em 1979.

Cópia de Sem nome (1).png